contato@trabalhista.net                    Twitter                        Envolva-se 

                                                                                                    

ELEIÇÃO NA ADVOCACIA TRABALHISTA


Chapa  02    ganha   eleição   da   AATSP   com   o 
Dr.  Lívio  Enescu,   advogado  das prerrogativas  dos  advogados  trabalhistas  de  São  Paulo.

Conheça as propostas e demais colegas da chapa 02. PROPOSTAS DA CHAPA 02


QUENTINHAS DO COLENDO

TST  MANTÉM  ACUMULAÇÃO  DE  ADICIONAIS   DE  INSALUBRIDADE    E PERICULOSIDADE.
Ministro   Claúdio  Brandão,  Sétima  Turma  do  TST,   afastou  o   entendimento     do parágrafo 2º  do  artigo 193 da  CLT  quanto ao entendimento de
que a acumulação  dos adicionais é justificável em   virtude de os fatos geradores dos direitos serem diversos e não se  confundirem.   A base  do  entendimento   está    no inciso XXIII do artigo 7, da Constituição   Federal,    diploma  maior  e  que     garantiu  de forma plena o direito do recebimento dos adicionai de penosidade,  insalubridade e periculosidade sem qualquer ressalva  quanto a cumulação,  não recepcionando  assim aquele   dispossitivo da CLT - FONTE TST - Processo: RR-1072-72.2011.5.02.038


CURSOS RECOMENDADOS 
Aprimorar   o    processo    comunicativo   é   recomendado   ao     desenvolvimento da  comunicação  pessoal  e    profissional  -  Professora   Dra.  Maria  do  Carmo Carrasco, fonoaudióloga empresarial, consultora em comunicação corporativa e coaching pessoal, CRFF/SP 5037:
  

O PROFISSIONAL E A COMUNICAÇÃO EFICAZ    


MUNDO ACADÊMICO
Princípios  do   Direito   do Trabalho pelo advogado Marcelo da Costa Maciel Lopes: PRINCÍPIOS DO DIREITO DO TRABALHO


DECISÃO  TRABALHISTA                             
Justiça  do  Trabalho  reconhece  defesa  da Reclamad
a pela manutenção   do Contrato de Representação Comercial  e exclui  a   3ª Reclamada   do  polo passivo   por   relação    de  locação  de espaço da   prestação   dos serviços da Reclamante:
 JURISPRUDÊNCIA


EXECUÇÃO TRABALHISTA    
Boa fé de terceiros não afasta Fraude de Execução
.   77ª Vara doTrabalho de São Paulo julga improcedente Embargos de Terceiro e mantém decisão de  Fraude de Execução:  "boa fé"    é      elemento    que    não  se  perquire   quando  da decretação da fraude à execução.  
FRAUDE EXECUÇÃO


 ARTIGOS GUARDADOS

Quando o devedor tem obrigação de pagar o incontroverso

Dr. Marcos Neves Fava,    ARTIGO Nº 1


Bullying no Mundo do Trabalho

Dr. Marcelo da Costa Maciel Lopes,  MONOGRAFIA Nº 1


A Questão do "Jus Postulandi" na Justiça do Trabalho

Dr. Vagner Patini Martins,  ARTIGO Nº 2


A desaposentação

 Dr. Sergio Pardal Freudenthal,  ARTIGO Nº 4


Google







 












 

 

  Site Map